24 agosto 2005

Um tipo melancólico

«O meu pai era um tipo melancólico. Caçava moscas e lia Camilo. Morreu.»


De «Quem espera por sapatos de defunto morre descalço» (1970), de João César Monteiro